segunda-feira, 20 de março de 2017

NOVO CD DO MINISTÉRIO ADORAÇÃO E VIDA JÁ ESTÁ TOCANDO NA WEB RÁDIO CASTILHO.

Shekinah” possui canções sobre esperança para aqueles que sofrem


O novo disco do Ministério Adoração e Vida, “Shekinah”, traz 13 canções inéditas e uma versão em italiano de “Hoje livre sou”. “Shekinah” é a resposta de Deus para o seu povo; é o consolo para quem sofre esperando pelo impossível aos olhos humanos. 
Este álbum não tem o objetivo de ser remédio, ainda que saibamos que o Senhor irá curar a muitos que o buscarem. Porém, a ESPERANÇA, traduzida aqui em música, graça, força, amizade e fraternidade, nos leva a seguir rumo ao Reino, onde já não haverá noite nem dor, apenas a felicidade plena com aquele que nunca nos deixa: Jesus, nossa Esperança! 
Com mais de 10 anos de existência e uma carreira já consolidada, o Ministério Adoração e Vida vem fortalecendo-se ao longo dos anos com uma presença orante em shows e apresentações por todo o Brasil, sem deixar de lado o compromisso concreto do cristão de defender a vida em todos os seus aspectos. Por isso, neste ano de 2016, em parceria com a gravadora Paulinas-COMEP, o Ministério presenteia seus fãs e amigos com seu novo álbum, “Shekinah”.
Formado por Walmir Alencar, vocalista e compositor principal, Rodrigo Pires, tecladista e backing vocal, Cayan Vieira, baterista e backing vocal, e Bruno Rocha, violonista, guitarrista e backing vocal, o Ministério Adoração e Vida apresenta um trabalho maduro com conteúdo e musicalidade envolventes. Em cada canção, traz esta mensagem: o próprio Deus quer estar com seu povo, para consolá-lo, cuidar de suas feridas e alegrá-lo. 
A canção “Shekinah”, que dá nome ao CD, é uma parceria entre Bruno Rocha e Walmir Alencar. Juntos, também assinam “João 15”, que conta com a participação de Marcelo Soares no contrabaixo. As canções “Amigo abrigo”, “O poder da oração”, “Direção”, “Algo novo”, “Comum unidade”, “Deus vai me segurar”, “Porta Santa”, “Já não haverá noite”, “Abraço de Mãe” e “Nosso Brasil te acolhe”, apresentada ao público por ocasião da vinda do papa Francisco ao Brasil, durante a JMJ Rio 2013, são de autoria de Walmir Alencar, que ainda faz uma parceria com Rodrigo Pires na faixa “A cruz não é o fim”, cantando com ele essa belíssima passagem do Evangelho que apresenta o diálogo de Jesus com o “bom ladrão”.
Todas as canções são carregadas de espiritualidade e de experiências e nos levam a nos aproximarmos de Deus e dos irmãos. Destacamos “Shekinah”, trazendo o testemunho do próprio Walmir Alencar: “Numa madrugada, eu derramava muitas lágrimas por causa de tantos queridos que partiram devido ao câncer. E parecia que Deus nunca iria me responder quando eu lhe questionava. Então, depois de alguns meses, Ele me respondeu com apenas uma palavra, que nem era em português. Ele me disse ‘Shekinah’, em hebraico. Depois de alguns segundos tentando entender, lembrei-me do significado da palavra. ‘Presença de Deus, a glória de Deus...’ E no meu interior essa palavra foi sendo traduzida por ‘Eu nunca te abandonei; Eu sempre estou ao teu lado; se tens que passar por esse sofrimento, Eu vou contigo; Eu serei a tua força; Eu sou o teu Consolador’”. 
Merece também uma menção especial a música “Abraço de Mãe”, uma preciosidade, uma belíssima canção que nos remete a “Abraço de Pai”, um dos seus grandes sucessos, e nos leva à experiência de sermos acolhidos, abraçados pela nossa Mãe e Mãe de Jesus. É impossível não se emocionar ao ouvir essa doce e suave homenagem a Maria, que tem a participação especial de Luana Su. 
Vale a pena conferir e deixar-se envolver pelas canções, que tocam no mais profundo
do nosso coração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário